Seminário IoT2016

29Jan2016

Banner do evento

No dia 18 de fevereiro de 2016 realizou-se no Instituto de Defesa Nacional (IDN), o Seminário “O Soldado do Futuro: A Integração na Internet das Coisas (IoT)”, organizado pela AFCEA Portugal.

Durante este seminário cerca de 120 participantes participaram num debate muito atual sobre as vantagens para as Forças Armadas e de Segurança que a integração de tecnologias associadas à “Internet das Coisas” em projetos sobre o “Soldado do Futuro” proporcionam, de forma a melhorar a proteção e a operacionalidade dos combatentes.

Também empresas, universidades e centros de investigação apresentaram e demonstraram soluções tecnológicas que podem dar resposta aos requisitos operacionais dos “soldados do futuro”, tendo em vista a sua proteção e operacionalidade.

Consulte as comunicações apresentadas

Na sessão de abertura intervieram o Diretor Geral de Recursos da Defesa Nacional, Dr Alberto Coelho e o Presidente da AFCEA Portugal, Contra-Almirante Mário do Carmo Durão.
Na comunicação de abertura, o Coronel Nuno Lemos Pires apresentou uma visão humana sobre o soldado do século XXI que, não sendo um número nem um instrumento, é o centro da ação concertada e exigente que pode, pela natureza da iniciativa descentralizada, fazer a diferença na conflitualidade moderna.

Terá sido uma oportunidade para validar o alinhamento entre a Indústria, a Investigação e as Forças Armadas e de Segurança para estabelecerem perecerias e dinamizar o trabalho em Rede, que capitalizem boas ideias em conhecimento. E assim, venham a concretizar novos projetos que se apliquem com eficácia à Defesa e Segurança Nacional.

As comunicações do EMGFA, da Marinha, do Exército, da Força Aérea e da Guarda Nacional Republicana, ainda que focadas nas suas particularidades de emprego dos diferentes sistemas de armas, todas evidenciaram a possibilidade de colher benefícios na Internet para recolha de informação, para melhorar a comunicação e para expandir capacidades de integração. Todavia, o maior desafio será salvaguardar essa informação e os utilizadores dos sistemas.

Os trabalhos do CITEVE e da DAMEL na conceção e produção de têxteis inteligentes concretizam-se em soluções inovadoras como a camuflagem adaptativa, a regulação térmica e a proteção a ambientes extremos.

Procurámos ainda com este seminário apresentar soluções tecnológicas de utilização dupla para operações militares ou em situações de calamidade ou emergência. São exemplos as questões da mobilidade e da autossuficiência em termos energéticos, os sistemas de informação geográfica em apoio das missões de vigilância e reconhecimento e na gestão do terreno e do espaço, e as plataformas IoT pelas suas capacidades de recolha, gestão e distribuição da informação.

e-mail